Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




mãe de rapazes

25.11.14

hoje dei com este texto sobre ser mãe de rapazes. nada mais apropriado para este blog.

sim, na minha casa são só rapazes. são três no total e um é dos grandes. os pequenos mesmo com pouca idade já dão para ver que a vida de mãe de rapazes é mesmo assim (mais coisa menos coisa).  

 

"_Sabe distinguir uma retroescavadora de uma empilhadora." e todo o tipo de maquinaria pesada.

"_Já desistiu da regra «não se joga à bola dentro de casa e passou a pedir, simplesmente, que não atirem a bola com muita força." o resto é rezar e não ter nada que se parta à vista.

"_Tem na cabeça o percurso para o serviço de urgência mais próximo – porque realmente é mesmo só uma questão de tempo até precisar ir fazer-lhe uma visita." ainda nem tem 4 anos e já foi preciso... mais que uma vez!

"_Todas as almofadas estão no chão. Sempre!" sempre, sempre! não percebo.

"_Molha sempre o rabo cada vez que se senta na sanita." sem comentários

"_Ouve o silêncio e começa a entrar em pânico." são raro os momentos de silêncio em casa, que não acabem em asneiras. se com um já era assim, com dois é certinho.

"_Já praguejou dezenas de vezes depois de ter pisado peças Lego." e se nós temos peças de lego espalhadas pela casa.

 

 

ver o texto completo aqui em SAPOlifestyle.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 anos

21.11.14

ontem foi um dia especial. o nosso Pedro fez 2 anos. já não temos um bebé, temos um menino de 2 anos. IMG_5117.JPGIMG_5073.JPG

IMAG0423.jpg

IMAG0426.jpg

IMAG0430.jpg

IMAG0431.jpg

IMG_5082.JPG

IMG_5083.JPG

pedro e bolo.pngMAE E PEDRO.png

o presente dos pais . "eu e o meu mano estamos a adorar" . o bolo para a escola - mickeys em doses individuais para os meninos . a decoração cá de casa . o bolo do mickey . "já consigo soprar as velas" . o Pedro e a mãe na festa dos 2 anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

já são 33. na minha cabeça continuam a ser 24, mas já são 33. muita coisa feita, muita mais por fazer. sonhos ainda por sonhar. sonhos ainda por viver. muita vontade de fazer o meu caminho. deixar a minha marca e ser importante na vida de alguém.

 

IMG_5057.JPG

 

o meu bolo. uma inspiração de última hora deu-me este pequeno coração. fez-me lembrar o filme Love Actually e fez-me lembrar que já está na horinha de o voltar a ver pela milésima vez. just beacause it's christmas ou quase.

Autoria e outros dados (tags, etc)

extra fofo pedro

13.11.14

arrastou a cadeira do sítio. levou-a até ao computador. subiu. eu avisei “cai, cai pedro!” ele repetiu “cai, cai mamã”. não desceu. peguei nele e pu-lo no chão. chorou e reclamou. voltei costas. voltou a subir. “cai, cai pedro!”. dois segundos. caiu. chorou, chorou muito. não se magoou mas doeu muito. peguei-o colo. dei beijinhos. ficámos no sofá muitos minutos no mimo. ele ficou encostadinho ao meu peito de chucha na boca. deixei-me ficar até ele querer. ficou encostadinho muito tempo. o meu coração ficou cheio, cheio. eu também gosto de mimo. deixou-me a pensar o quanto aquele menino é doce.

será que fazem os segundos filhos assim extra fofos e doces para nós nunca os esquecermos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

ninguém escreve e publica os seus textos na internet sem estar à espera que outros os leiam. é normal que isso aconteça e, no meu entender, qualquer um ficaria satisfeito em saber que outros leem o que escreve e, mais ainda, em saber que é apreciado por quem o lê.

 

neste espaço tenho procurado por em prática o meu prazer em escrever, mas também o meu prazer em partilhar as minhas ideias e experiências.  gosto quando sei que alguém leu, gosto de saber que alguém gostou e que alguém se riu com as minhas palavras.

 

só não imaginava que esse alguém ia muito além do meu marido e do meus amigos próximos. fiquei mesmo surpreendida quando me apercebi que pessoas que não conheço também leram os meus textos e, mais ainda, por ter um post destacado na homepage dos Blogs do Sapo. poderá não ser um grande feito mas a mim encheu-me o coração de orgulho.

 

já agora, a quem estiver neste momento desse lado a ler isto…

 …obrigada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

primeiro ano

06.11.14

este blog faz um ano.

 

eu fiz muito este ano, mas fiz muito menos do que queria ter feito. sobretudo escrevi muito menos do que pensei escrever. foi mais um ano de aprendizagem. espero que no próximo aprenda mais e seja melhor.

 

os meus três rapazes também fizeram muito. aprenderam e cresceram muito. o nosso amor cresceu com eles.

 

parabéns pelo primeiro aniversário do blog.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por mais que nos preparemos para a maternidade, por mais cursos que façamos, ninguém nos prepara para a verdadeira essência em que consistem as fraldas. ensinam-nos tudo. a pôr e tirar. o cuidado a limpar. limpar os meninos, limpar as meninas. (infelizmente só aprendemos com a prática e com muitas mudas de roupa molhadas durante a noite, que nos meninos convém pôr a pilinha virada para baixo)

 

ninguém nos prepara para isto. é claro que todos sabemos que vai cheirar mal. sabemos que a coisa vai feder eventualmente, mas ninguém está verdadeiramente preparado para as bombas químicas que nos aguardam. felizmente a natureza é gentil e dá-nos a coisa por fases para nos ambientarmos e nos habituarmos. passamos da essência resultante do leite para as papas e das papas para as sopas e a partir daí é sempre a descer.

 

eu, que sempre fui bastante sensível a cheiros, imaginava antes do Gonçalo nascer que a parte das fraldas ia ser muito muito má. apenas suportável pelo amor que eu teria por aquela criatura fedorenta. não foi. foi normal. e o normal é ter acidentes e momentos maus. quem já não sentiu o verdadeiro terror ao perceber que a fralda transbordou? que o seu conteúdo cobre agora as costas e as pernas do petiz. como é que pegas sem amassar aquilo tudo? como pegas sem te sujares toda? onde é que o pousas para não sujar mais nada? qual será a peça de roupa que se safa? como é possível um ser tão pequenino fazer tanto cocó?

 

a maternidade também é isto. mas disto ninguém fala. é nisto que penso enquanto esfrego/raspo as calças ressequidas dos rapazes (entre pôr a roupa de molho ou pôr o puto, escolho sempre o puto e o resto fica muitas vezes esquecido durante a noite).

 

agora que se aproxima do desfralde do Pedro, as coisas ficarão mais calmas mas não necessariamente mais simples. quem pensa que trocar fraldas mal cheirosas é mau, experimente lavar potes mal cheirosos. é muito pior! não percebo o entusiasmo em deixar as fraldas. a fase de transição é muito pior. pior para os pais! a fralda é só embrulhar e já está. o pote tens de despejar, limpar bem e às vezes voltar a limpar. graças a Deus pelos redutores de sanita! o problema é que fora de casa eles nem sempre existem e os meus pequeninos, de anca pequenina, precisam de alguém que os segure para não caírem nas sanitas dos grandes. sabiam que o ar quente tende a subir? adivinhem onde fica o nosso nariz?

 

mas disto ninguém fala.

Autoria e outros dados (tags, etc)

já terminámos o outubro. parece que é agora que termina o verão. por aqui já chove e fica um friozinho gostoso no fim do dia.

 

entretanto chegámos ao primeiro aniversário cá de casa. com excepção do aniversário do Gaspar em fevereiro, passamos o ano todo a comemorar os nascimentos dos outros e nos últimos meses comemoramos os nossos todos de rajada.

 

agora foi o pai, no dia 30, um dia depois do avô. o pai teve direito a dois bolos e jantar com amigos. a mãe teve direito a dar asas à imaginação e preparar tudo com muito amor.

 

os rapazes adoraram as festas. o gonçalo adora rapar a taça do bolo, adora soprar as velas e adora ter gente “na minha casa”. o pedro adora a música dos parabéns e bater palminhas. e este ano perdeu-se com as batatas fritas e o sumo de laranja. eu gostei dos meus bolos com inspiração no halloween – ying yang que tem tudo a ver com o pai – e o desastre de bolo azul que ficou muito fofinho, sweet pumpkin cookie monster. o pai gostou de tudo, em especial do presente dos filhos, resultado de uma manhã de actividades coloridas.

 

daqui a quinze dias falamos…

IMAG0387.jpg

IMAG0396.jpg

IMAG0400.jpg

IMG_20141025_094423.jpg

IMAG0401.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


ana m.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D