Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




bandeira de portugal

 

aqui por casa ainda se sentem os efeitos do passeio de fim de ano do Gonçalo. (sim, eu também não sei como é que, de repente, o pimpolho pequenino passou a ter idade para ir a passeios de fim de ano. enfim!) o passeio deste ano foi ao Portugal dos Pequenitos. ele adorou, embora depois de já lá estar há horas ainda perguntasse "onde está o Portugal dos Pequenitos?"

 

no outro dia ao chegar a casa da escola, pergunta-me o petiz: 

 

gonçalo: – Mamã o que é aquilo? 

 

mamã: – Aquilo o quê, filho? Aquilo vermelho? 

 

gonçalo:  – Sim! aquilo vermelho e azul.

 

mamã: – Verde, filho! Vermelho e verde. (ainda confundimos estas duas cores. diz que é normal nos meninos) Aquilo é uma bandeira. É a Bandeira de Portugal. 

 

gonçalo:  – É a Bandeira do Portugal? Do Portugal dos Pequenitos?

 

mamã: – Sim, filho. Dos pequenitos e dos grandes. é a bandeira de todos.

 

 

agora enumera cada bandeira que vê numa janela. "Olha, mamã é uma bandeira do Portugal!"  e depois ouvimo-lo comentar baixinho "É a bandeira do Portugal dos pequenitos e dos grandes"

Autoria e outros dados (tags, etc)

praia

16.06.14

finalmente o sol e o calor e a praiaaaa!!

 

nesta bela terra onde vivo temos mar maravilhoso todos os dias, temos praia de areia branca e muito espaço para a toalha todos os dias, temos sol todos aos dias e temos... nortada quase todos os dias. logo nem todos os dias são bons para ir para a praia. não sem um pára-vento ou um casaquinho, ou dois no meu caso que tenho sempre frio.

 

a previsão de calor e vento de leste para este fim-de-semana e o maravilhoso cheiro a mar que se fez sentir por estes dias, fez-me accionar o alerta praia. e os planos giraram todos em torno deste objectivo. 

 

no sábado o pouco tempo disponível deu apenas para um passeio de fim de tarde. o passeio junto à praia acabou com uma criança em cuecas a chapinhar na água do mar, um bebé com uma fralda ensopada e nenhum medo da água e dois papás de calções e calças enchardadas e um sorriso nos lábios.

 

domingo. maré baixa = pequenas piscinas de água entre as rochas = diversão garantida. 

qual é a vantagem de ter crianças que acordam entre as 6h30 e as 7h? "já é de dia, mamã?" tens tempo para preparar tudo e mais alguma coisa em casa e estar às 8h30 na praia. passámos uma manhã maravilhosa. tirámos a barriga de miséria de praia.

 

agora é só rezar para ter muitos mais dias destes.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

baby season

16.06.14

a internet e o facebook em particular vão-nos trazendo estes textos. com os quais nos identificamos, mesmo que seja só em parte.

existe por esse mundo fora quem sinta o mesmo que nós aqui no nosso cantinho. gente com jeito para traduzir o que sente em palavras. se não for para mais nada, servem para nos fazer pensar e perceber o quanto estamos bem com o que temos. 

 

 

gosto. sinto o mesmo. quero fazer coisas, ir a sítios, estar com pessoas e falar com elas.

tenho de esperar. mas também tenho tempo. hoje é sábado e era maravilhoso puder sair para um copo/café. não vai dar. nunca dá.

mas escrevo estas linhas com o meu pimpolho mais pequenito a dormir no colo (que é a melhor sensação do mundo) e com o meu rabanete mais velho a fingir que quer dormir, ao meu lado. 

gosto. sinto o mesmo. mas é aqui que eu estou bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

o meu dia da criança

 

 

obrigada pelo miminho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

dia da criança

01.06.14

 

 

 

quando eu era criança, numa altura em que não havia tudo o que se queria, o dia 1 de junho era o dia em que a minha mãe nos levava a comer um gelado. este dia marcava o início da época dos gelados e, a bem dizer, marcava o início do verão. era um dia especial, muito aguardado, mas no qual não fazíamos nada de especial, não haviam actividades lúdicas extraordinárias, não haviam visitas a museus ou parques temáticos. era apenas isso, o dia mundial da criança em que brincávamos todo o dia e o dia em que íamos comer um gelado, o primeiro do ano.

 

hoje, como mãe de dois pequenitos, procuro que eles passem um óptimo dia da criança, um dia especial. mas fico igualmente satisfeita se eles tiverem um dia ‘especial’ como todos os outros, no qual podem brincar todo o dia. um dia da criança como o de hoje.

 

adorava ter comemorado este dia com pompa e circunstância, tê-los levado a um sítio especial, ter realizado uma qualquer actividade diferente das do dia-a-dia. mas este ano não foi possível. entre o rapaz que está ainda a recuperar, o rapaz que está efectivamente doente e o rapaz que ameaça ficar, sobro eu que sozinha não vou a lado nenhum.  ficámos todos em casa, fizemos o que nos apeteceu, foi um domingo especialmente igual a tantos outros e foi muito bom.

 

o que falhou mesmo foi o meu gelado. estivemos tão entretidos que me esqueci. como dizia o outro ‘a tradição já não é o que era’

Autoria e outros dados (tags, etc)


ana m.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D