Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




incrível como a realidade consegue superar a ficção. todos os dias vemos disto, eu sei, mas há notícias que nos deixam de boca aberta. ou como dizia a outra com a alma parva e o espírito despenteado. não imagino (nem quero fazer tal exercício) o que será ter problemas suficientes para nos levar a pensar em acabar com a própria vida. menos ainda o que leva um indivíduo a pegar na vida de outros 147 e atirá-la contra uma montanha. não se percebe, a sério.

 

também fica muito difícil perceber como é que alguém acha que a melhor forma de resolver um problema – que só existe na sua mente fraquinha – é matar alguém com dois tiros na cabeça. não entender que os outros são como são, fazem o que bem entendem e deverão ter todo o direito de existir como tal, é uma coisa. propor uma lei que resolva o problema aos tiros é elevar o doentio a um patamar totalmente novo. o que assusta mais aqui é imaginar que existem outros como este advogado que estariam dispostos a votar a favor de uma coisa destas. a notícia é esta.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



ana m.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D